The Old Equations – Jake Kerr

The-Old-Equations-internal

Ficha Técnica do Livro

  1. Título: The Old Equations
  2. Nome do autor: Jake Kerr
  3. Tradutor: Rodrigo Fernandes (tradução ainda em andamento)
  4. Data e local de publicação: 16/08/2014, EUA;
  5. Número de páginas: 45 páginas;
  6. Gênero: Ficção Científica;
  7. Sub-Gênero: Realidade Alternativa;
  8. Nota: ★★★★★ (5)

The Old Equations é uma estória escrita por Jake Kerr, e publicada pela primeira vez na revista Lightspeed Magazine em 2011. Foi uma das finalistas do Prêmio Nebula de 2011 e imediatamente reconhecida pelos fãs e pela crítica especializada como uma das melhores novidades no gênero ficção científica dos últimos anos.

É uma estória curta (apenas 45 páginas) que está disponível no Kindle Unlimited da Amazon ou por R$2,53 para quem não é assinante desse serviço, em inglês, mas o meu amigo Rodrigo Fernandes já conseguiu autorização expressa do autor para traduzir e divulgar a sua tradução para o português! Assim que estiver pronto irei disponibilizar o arquivo.
Jake Kerr parte de uma premissa interessante para compor uma realidade alternativa: E se Albert Einstein tivesse morrido antes de divulgar sua genial teoria da relatividade geral, e suas equações tivessem ficado esquecidas até sermos capazes de lançarmos missões interestelares tripuladas?
Ignorando a existência das equações de Einstein, uma nave é então enviada à Gliese 581d, e apesar de possuir avançadas tecnologias quânticas, como sistemas de comunicação instantâneos através de emaranhamento de partículas subatômicas, efeitos relativísticos de dilatação temporal começam a aparecer, confundindo tanto o astronauta como a equipe responsável pela comunicação na Terra. Eles acabarão por descobrir que as velhas equações do obscuro e excêntrico físico Einstein, que tinham sido ignoradas até então, fazem parte da dura realidade com que eles terão que lidar.

Ficção científica não é um gênero fácil para se aventurar. Não se trata apenas de escrever sobre tecnologia e ciência, mas principalmente de escrever sobre a forma como o homem lida com elas, o que foi feito de forma muito competente pelo autor. Na estória um casal enfrenta a difícil separação (e riscos) de uma viagem interplanetária de oito anos. Eles sabem que a separação será difícil, mas estão preparados para lidar com esse problema. A partir do momento que as velhas equações de Einstein mostram-se verdadeiras, o casal descobre que a separação será muito maior do que poderiam imaginar.
Na minha opinião considero que seria difícil a ciência continuar avançando durante dois séculos e meio sem que ninguém percebesse  os efeitos da dilatação temporal. Os efeitos teriam sido notados em relógios síncronos como o que utilizamos hoje em satélites de GPS que mostram leituras divergentes devido à grande velocidade dos satélites em relação ao solo. Apesar disso, essa premissa é muito interessante e estimula muito a imaginação do leitor.
Outro aspecto digno de nota sobre essa estória foi a excelente escolha de Gliese 581d como destino da missão. Esse é um planeta extrassolar muito promissor para encontrarmos vida, pois reúne várias qualidades: está próximo (apenas 20 anos luz, na constelação de Libra), tem apenas 6,98 vezes a massa terrestre e está no limite da zona habitável em torno de sua estrela.
Jake Kerr realizou um trabalho muito competente nessa obra de ficção, o que explica porquê ele é considerado uma das melhores novidades no mundo da ficção científica contemporânea. Acompanharei ansioso o trabalho desse autor!

Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s