O Chamado de Cthulhu – H.P. Lovecraft

• A Obra de Lovecraft

H.P. Lovecraft é considerado um mestre da ficção fantástica e do horror, com um estilo marcadamente gótico. Ele criou um princípio que chamava de “cosmicismo” ou “terror cósmico”, a ideia de que a vida é incompreensível à mente humana e que o universo é fundamentalmente alienígena.

Segundo os Mitos de Cthulhu, a Terra teria sido habitada há bilhões de anos, por criaturas que aqui teriam chegado antes que nosso planeta fosse capaz de gerar ou sustentar vida por si próprio. Eles, e não Deus, teriam criado a vida: o próprio Homem seria uma criação deles, gerada unicamente por escárnio e servitude.

Lovecraft criou também um dos mais famosos artefatos de histórias de terror, o Necronomicon, um fictício livro de invocação de demônios, mas este é tema de outra história que pretendo ler em breve.

Lovecraft vem influenciando gerações de artistas e escritores, sendo que muitas bandas como Iron Maidem, Black Sabath e Metallica fazem homenagens ao seu trabalho.

• Impressões sobre a leitura

O protagonista da história encontra tenebrosos relatos e um ídolo de pedra, e em sua busca acaba nos levando por uma realidade pessimista e assustadora.

Lovecraft foi um autor que sempre se manteve fiel a este gênero, e nesta história ele desenvolveu o chamado Mito de Cthulhu: Uma gigantesca criatura extraterrestre vinda para a terra quando o sol ainda era jovem, e que aguarda em sua tumba de pedra na ciclópica cidade submersa de R’lyeh o dia em que retornará trazendo o fim à humanidade.

“Na sua casa em R’lyeh, Cthulhu morto espera sonhando”.

Escrito em primeira pessoa (comum na obra de Lovecraft) é uma história envolvente onde o protagonista toma conhecimento de fatos aterradores que envolvem um culto ancestral e relatos que dificilmente podem ser separados da loucura.

Leitura obrigatória para qualquer um que aprecie ficção fantástica!

  • Notas de Leitura

1. Esteta: Pessoa que aprecia e pratica o belo como valor essencial.

2. Teosofia: É um corpo de conhecimento que sintetiza Filosofia, Religião e Ciência.

3. Mitomania: A mitomania (ou mentira obsessivo-compulsiva) é a tendência patológica mais ou menos voluntária e consciente para a mentira.

4. Qual foi a minha surpresa quando ao pesquisar “Thomas St, Providence” no Google Maps, dei de cara com a hedionda fachada do Fleur-de-Lys (fica no nº 7 da rua)! Tive a certeza que se tratava do prédio descrito por Lovecraft: fachada de estuque com cores e desenhos que destoam da arquitetura local… Realmente uma péssima imitação da arquitetura bretã em meio a casas no melhor estilo colonial. E o campanário em frente! Eu adoro o Google Maps, em alguns segundos é possível viajar para Providence de Lovecraft!


Anúncios

2 comentários sobre “O Chamado de Cthulhu – H.P. Lovecraft

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s